Livro "Antes de Eu Partir"
Entre Páginas

Livro “Antes de Eu Partir”

Meu Deus, que livro!

Paul Kalanithi, o autor, durante grande parte da sua vida buscou a resposta a uma pergunta que ele, e tantos de nós fazemos diariamente: qual é, afinal, o sentido da vida? Durante muitos anos agarrou-se à literatura pois achava que era esta que lhe daria a resposta. Mas após o ingresso na faculdade percebeu que se havia algo que comandava o sentido que dávamos à vida, esse algo era o cérebro.  Era o cérebro que dava origem a um organismo capaz de encontrar sentido no mundo, qualquer que ele fosse.

“Se era a literatura que providenciava um relato tão rico do sentido humano, o cérebro era a maquinaria que de alguma forma a capacitava.”

Os bons anos estudantis foram passando e com toda a certeza concluiu que a grande base do sentido da vida eram as relações que formávamos. No entanto, o que dá sentido à vida quando o cérebro se estraga? Quando deixamos de ser aptos para falar, gerar empatia ou criar laços?

Neste seguimento, decidiu-se a seguir medicina e a ingressar numa carreira como neurocirurgião. Sabia que enquanto neurocirurgião não só preservava a vida de uma pessoa como também a sua identidade e o seu sentido da vida. Antes de levar um doente para o bloco operatório tinha de entender a sua mente, os seus valores, o que fazia com que a sua vida fosse digna de ser vivida e que devastação tornaria razoável deixar que essa vida terminasse. As decisões que ele tomava no bloco dependiam em grande escala do conhecimento que tirava do doente, das suas ambições, projetos e planos para o futuro. Do que ele mais valorizava na vida.

Estava no auge da sua carreira quando, com apenas 36 anos, lhe foi diagnosticado um tumor no pulmão. De início tudo aquilo parecia uma ironia. Há tantos anos que tentava encontrar o sentido da vida, muitas das vezes perante pessoas em estadios terminais, que agora ali estava ele, frente a frente com a morte, a tentar descobrir o sentido que ele próprio dava à vida.

Livro "Antes de Eu Partir"

Este é um livro que levo com muito, muito carinho. Não é uma grande obra literária com grandes metáforas ou um estonteante palavreado. Mas é um livro que retrata de forma nua e muito crua o encontro com a morte. Prendeu-me do início ao fim e deixou-me com as lágrimas nos olhos no final. “Antes de eu Partir” é uma lição de força e coragem e a incessante busca por algo que importa. Não deixem de ler.

Compra o teu livro por aqui, e ajuda-me a manter o blog, sem qualquer custo adicional.

Beijinhos e boas leituras!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *